Dioxido de titânio

Descrição e Generalidades

O dióxido de titânio (TiO2) é um composto químico encontrado em abundância na natureza. Foi identificado pela primeira vez em 1791.

Para seu uso industrial, é obtido dos minerais que o contêm, como rutilo e anatase, que são extraídos e processados quimicamente para eliminar as impurezas e obter um pó muito branco, o dióxido de titânio.

A relevância do dióxido de titânio vem de suas propriedades, pois sendo uma das substâncias químicas mais brancas que existem, ele reflete todo o espectro da luz visível, não descolorir, tem um índice de refração da luz muito alto, tem uma alta opacidade, alta cobertura poder, inerte e baixa toxicidade.

É também conhecido como dióxido de titânio ou branco de titânio. É vendido como um pó fino branco, inodoro e insípido.

Devido a essas propriedades, o dióxido de titânio tem uma gama infinita de aplicações, por isso é encontrado em milhares de produtos fabricados principalmente como pigmentos de uso geral. É o pigmento inorgânico mais importante com uma produção de sete milhões de toneladas por ano em todo o mundo.