DEA – Dietanolamina

A dietanolamina é um surfactante químico orgânico, emulsificante, solubilizante e hemectante, comumente utilizado em solventes, emulsificantes e aplicações de detergentes. Pode ser classificado tanto como amina secundária quanto como dialcool. Os dialcoóis possuem 2 grupos hidroxila funcionais em sua molécula e também possuem características magníficas para serem polimerizados.

A dietanolamina pode ser obtida pela reação de óxido de etileno com amônia, tudo isso sob condições de alta temperatura e pressão.

O uso desse composto deve ser feito com muita cautela. Sua combustão pode produzir monóxido de carbono, dióxido de carbono e óxido de nitrogênio. É incompatível com:

  • Ácidos fortes
  • Agentes oxidantes
  • Compostos halogenados
  • Agentes de nitrogênio.

Pode se decompor com a luz e ao entrar em contato com o ar, ocorre uma lenta oxidação. Portanto, é aconselhável não expor ao sol, nem ao sol, nem a temperaturas superiores a 138 ° C.

A dietanolamina é uma variante da etanolamina, que na hora de ser submetida a temperaturas superiores às do meio ambiente, é prontamente miscível com água. Apresenta-se como um líquido límpido de consistência viscosa e higroscópico.

Fórmula química: C 4 H 11 NO 2