Ácido sórbico

O ácido sórbico é um composto orgânico que ocorre naturalmente e geralmente é o único ácido permitido como conservante de alimentos. Pode ser obtido de forma natural ou sintética, naturalmente é extraído dos frutos imaturos da árvore Azarollo, também conhecida como sorveira-brava (Sorbus Aucuparia) e sinteticamente é através de métodos químicos.

O ácido sórbico foi descoberto na Alemanha por Müller em 1939 e alguns meses depois na América por Gooding. Este ácido pode causar indigestão de curto prazo e outras doenças, como deficiências respiratórias e doenças cardíacas.

A aparência deste composto aparece como cristais brancos. Metabolicamente, ele se comporta no corpo como os demais ácidos graxos, ou seja, é absorvido e utilizado como fonte de energia.

O ácido sórbico não deve ser utilizado em produtos, que incluem preparações cuja fermentação, pois inibe a ação do fermento. Os sorbatos neste composto são os menos tóxicos de todos os conservantes, ainda menos do que o sal comum ou o ácido acético (vinagre).

Fórmula química: C 6 H 8 O 2